Modernização de aplicações com Kubernetes e getup

Testimunho icon
Armando Reisexecutivo de Tecnologia da Lojas Americanas S/A

A Getup traz boas práticas em Kubernetes. É uma empresa que nos capacita, fazendo com que tenhamos autonomia para operar a plataforma também.

História de sucesso

Modernização de aplicações com Kubernetes: Pandemia acelera o crescimento digital de uma das maiores empresas de varejo do Brasil

98%

Tempo de desenvolvimento das aplicações

85K

Custo com máquinas

300

Número de aplicações na nuvem

81

Segurança para rodar aplicações em período de pico

A redução do custo operacional, o aumento da agilidade na implantação de novos projetos e a melhoria da experiência do cliente são algumas das vantagens que justificam a modernização de aplicações nas empresas que buscam se destacar no meio digital.

No entanto, essa atualização para o cloud computing é uma jornada que implica na reflexão de uma série de critérios que potdem impactar o negócio. O nível de criticidade das aplicações, a cultura e metas da empresa, o alinhamento prévio entre as áreas da companhia, a disponibilidade financeira e a qualificação da mão-de-obra são alguns deles.

Kubernetes, a chave para a modernização de aplicações

Acordadas essas questões, o Kubernetes, tecnologia de código aberto para orquestração de aplicações em containers, é um alicerce estratégico para as empresas alcançarem altos patamares de eficiência com a modernização de aplicações.

Os benefícios da plataforma - a padronização do uso de infraestrutura para suportar estratégias multi-cloud -, o elevado nível de automação para eficiência ímpar na operação, o formato self-service de infraestrutura, que permite mais agilidade e autonomia dos times de desenvolvimento, o consumo mais eficiente de infraestrutura, que traz redução de custo e o fácil ganho de escala para acompanhar o crescimento de usuários dos serviços ou picos sazonais - fazem dela a escolha certa.

Para entender como empresas do varejo trabalham suas iniciativas de modernização de aplicações, e como Kubernetes facilita esse movimento, a Getup conversou com o Armando Reis, executivo de Tecnologia da Lojas Americanas S/A, uma das maiores varejistas do país.

cenario icon

Cenário

Em 2014, a Lojas Americanas S/A, uma das maiores varejistas do país, já pensava em modernizar sua aplicação legada (Web Loja) de entrega de produtos a partir de suas lojas físicas através de pedidos online, mas naquele momento, apesar da expectativa de aumento de volume, a empresa considerava que a plataforma dava conta do recado.

Três anos mais tarde, começou a investir na sua jornada para a computação na nuvem e a chegada da pandemia do Covid-19 em 2020 acelerou a fundo essa transformação. Com o suporte da Getup para Kubernetes, a empresa conseguiu transacionar sua principal aplicação monolítica para a nuvem, com recursos nativos do Kubernetes.

cenario icon
Desáfio

Na Páscoa de 2020, quando o Brasil enfrentava a fase mais crítica de restrições da pandemia, a companhia passou a ter uma demanda online de quatro mil pedidos/dia para 42 mil pedidos/dia.

O evento causou grande movimentação interna. Além da questão técnica, as equipes tiveram que rever o processo de logística das entregas, volume de compras, estoque das lojas físicas, contratação de mão-de-obra e outros pilares da cadeia do fluxo do pedido.

solucao icon
Solução

A partir disso, quebraram a aplicação monolítica em microsserviços e, já na Black Friday do mesmo ano, estavam transacionando 100% da modalidade em nova plataforma (Maestro), com recursos nativos do Kubernetes.

No meio desse desafio gigantesco, a Lojas Americanas S/A contratou a Getup para apoiá-los estratégica e operacionalmente com sua expertise em Kubernetes.

cenario icon
Resultados

Atualmente, a Lojas Americanas S/A tem 95% de suas aplicações na nuvem e, de acordo com o Armando Reis, IT Manager da varejista, “isso traz algumas vantagens, como o autoscaling. A gente consegue crescer e diminuir rapidamente o recurso das aplicações, com menor custo financeiro”.

Ainda, o executivo afirma que “rodar as aplicações com Kubernetes dá mais velocidade ao processo, mais garantia de que o código vai funcionar em ambiente de produção, pede pouca ação manual e reduz o tempo do ciclo de vida de desenvolvimento da aplicação e custo com máquinas”.

Sobre a Getup, parceira do negócio, Armando entende que há grande valor agregado, pois “traz boas práticas em Kubernetes, tem uma política muito forte de recomendação de limites nos microsserviços, por exemplo. É uma empresa que nos capacita, fazendo com que tenhamos autonomia para operar a plataforma também.”

Encontre oportunidades na Jornada Kubernetes

O Kubernetes já faz muito por você e a Getup faz o resto. Oferecemos apoio técnico e estratégico para encontrar oportunidades na sua operação.